Financiamento Estudantil Fies 2017

Atualizado em: junho 14, 2016

by Fies 2017 on 14/06/2016

Financiamento Estudantil – Fies 2017. Criado pelo Governo Federal em 1999 e gerenciado pelo Ministério da Educação – MEC, o programa concede através de contratos de financiamento, créditos para que estudantes universitários matriculados em instituições privadas de ensino superior custeiem as mensalidades dos cursos de graduação superior em que estão matriculados.

Durante o ano, os estudantes interessados em contratar o Fies 2017 terão duas oportunidades para participar do processo seletivo dos novos contratos de financiamento, uma no primeiro e outra no segundo semestre. Em janeiro será aberto o período de inscrições para a seleção do primeiro semestre.

Para se inscrever no Fies 2017 o estudante deve acessar o endereço eletrônico http://fiesselecao.mec.gov.br/ e realizar o cadastro clicando na opção Primeiro Acesso e informar o seu número de Cadastro de Pessoa Física (CPF) e sua data de nascimento.

Financiamento Estudantil Fies 2017

Para estar apto a participar do processo seletivo do Fies 2017 o estudante deve:

  • Ter uma renda familiar de no máximo dois salários mínimos e meio por pessoa da família;
  • Entre 2010 e 2017 ter participado de alguma edição do Exame Nacional do Ensino Médio – Enem;
  • Ter atingido a média mínima de 450 pontos nas provas de conhecimentos e nota acima de zero na prova de redação do Enem.

Saiba como funciona o Fies 2017

Com o passar do tempo o Fies passou por mudanças. Em 2010 o Fundo passou a atuar com recursos financeiros do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE. A taxa anual de juros atual é de 6,5%. As condições oferecidas para quitar o financiamento do Fies 2017 são consideradas as melhores do mercado financeiro.

O contrato pode ser dividido em três fases distintas. Na primeira fase, chamada de Fase de Utilização é propriamente o que o nome diz o período em que efetivamente é utilizado o recurso financeiro do Fies 2017. Durante esta fase o estudante tem a obrigação de a cada três meses realizar o pagamento de R$ 50,00, valor dos juros incidentes do contrato.

Já a segunda fase é o período de carência, fase em que o estudante deve ingressar no mercado de trabalho e se reestruturar financeiramente. Serão 18 meses em que a cada três, deverá ser realizado o pagamento de R$ 50,00 também referente a juros do contrato do Fies 2017. A última fase, de amortização, será calculado o saldo devedor do estudante. Este saldo pode ser parcelado em até três vezes o tempo em que o estudante utilizou o Fies 2017 e ainda pode ser acrescentado mais 12 meses.

Novas regras Fies e Prouni

Até 2014 era permitido que os estudantes universitários utilizassem o financiamento do Fies e a bolsas de estudos do Programa universidade para Todos simultaneamente, mesmo que para estudar em mais de um curso de graduação superior em instituições distintas. Porém em 2015 o MEC anunciou mudanças que afetaram diretamente quem utilizava ou pretendia utilizar ambos os benefícios.

Foi anunciado que estudantes que utilizavam a bolsa de estudos integral do Prouni e o financiamento estudantil do Fies em instituições e cursos diferentes, deveriam optar por utilizar apenas um dos benefícios. A partir daquele ano seria permitida apenas a utilização dos dois programas desde que a bolsa de estudos do Prouni fosse de modalidade parcial (financia apenas 50% do valor das mensalidades) e a soma de ambos não ultrapassasse a soma final dos recursos destinados a custear as mensalidades de um único curso de graduação superior.

Para mais informações a respeito, acesse nossa página no Facebook do Fies 2017, curta e compartilhe com os amigos.

Financiamento Estudantil Fies 2017
Avalie esta notícia.

Leave a Comment

Notícia anterior:

Próxima notícia: